Escrito em por & arquivado em Ações, Taubaté.

Em luta e de luto pelo Dia Internacional dos Direitos Animais!

Nesse sábado (3), o CAMALEÃO realizou pelo quarto ano consecutivo a ação de exposição de animais (reais) vitimados pelo Especismo nos mais diversos âmbitos da Exploração Animal como matadouros, laboratórios de vivissecção, caça, pesca, fábricas de criação de animais para comércio e muitos outros.

A ação foi realizada na Praça (central) Epaminondas em Taubaté (SP), região do Vale do Paraíba, em observação e Luto pelo Dia Internacional dos Direitos Animais para conscientizar a população sobre o problema do Especismo, que é o preconceito contra os animais que tem seus interesses e direitos violados por não serem da espécie humana.
camaleao-leva-animais-vitimas-do-especismo-para-exibicao-publica-libertacao-animal-dia-internacional-direitos-animais-dida-2016
Nossos voluntários exibiram cadáveres de animais ou partes deles vitimados como vacas e bezerros (vítimas da produção de laticínios), bois (vítimas da produção de pele de couro), gatos (vítimas de pesquisas pseudo-científicas), cães (vítimas do comércio / abandono), porcos e peixes (vítimas do paladar), pássaros (vítimas da caça), entre outros.

Boa parte dos munícipes paravam para observar a ação, debater, conversar e tirar dúvidas sobre Direitos Animais. Os voluntários explicavam sobre Senciência, Anti-Especismo, a diferença do Vegetarianismo (dieta sem produtos de origem animal) com o Veganismo (posicionamento ético em respeito aos direitos animais), como abolir produtos de origem animal da alimentação, etc.
dialogo-rua-camaleao-ativismo-comunicacao-estrategica-veganismo-direitos-animais-sao-paulo
Atividades como essa do DIDA 2016 são extremamente necessárias para que as pessoas possam fazer a conexão que geralmente não fazem em suas vidas corridas, entre os produtos que elas geralmente consomem como pele de couro, laticínios, ovos e a relação direta com a exploração de cada indivíduo animal.

A produção de laticínios, por exemplo, esconde uma realidade muito pior do que a da carne, pois as vacas são constantemente engravidadas contra a vontade delas para que tenham leite que será extraído para venda. Seus bezerrinhos são separados da mãe para não mamarem e para virarem carne de vitelo e após intensa exploração as vacas são esquartejadas para fabricação de hambúrgueres.

A dieta vegetariana é uma resposta ética e compassiva para o problema dos laticínios, uma alimentação sem produtos de origem animal é possível e completamente saudável.
ong-camaleao-ativismo-anti-especista-veganismo-dia-internacional-direitos-animais-abolicionismo-vegetarianismo-laticinios-ovos

No decorrer do ato, todos os voluntários gritavam em coro: “Animais não são objetos, animais não são produtos, animais não são mercadorias!”, no Megafone um ativista dizia: “Não estamos pedindo por doações ou assinaturas em petições, o que queremos é que cada um de vocês assumam a responsabilidade como consumidores e pratiquem a mudança, adotem o Veganismo!”, enquanto outros conversavam com o público ao redor da ação.

Além da exposição dos animais vítimas do Especismo, panfletagem, banners e diálogo com o público, contamos também com o carrinho multimídia realizando exibição de vídeos dos bastidores da escravidão animal, exibindo trechos de vídeos e documentários como o Terráqueos.

• Confira mais fotos do DIDA 2016 organizado pelo CAMALEÃO:
dia-internacional-dos-direitos-animais-veganismo-anti-especismo-libertacao-animal
dia-internacional-direitos-animais-dida-camaleao-2016-ativismo-abolicionista-veganismo-libertacao-animal
dia-internacional-direitos-animais-camaleao-dida-2016-brasil-ativismo-veganismo-libertacao-animal
problema-consumo-leite-laticinios-veganismo-direitos-animais-bezerros-vitelos-especismo
ativismo-abolicionista-libertacao-animal-dida-2016-veganismo-camaleao
banners-veganismo-direitos-animais-camaleao-ativismo-ovos-problema-etica

 

ASSISTA O VÍDEO DO DIDA 2015:

Escrito em por & arquivado em Ações, Notícias, Taubaté.

CAMALEÃO é conhecido pela divulgação do Veganismo na região vale paraibana

A Câmara de Taubaté (SP) reconheceu o trabalho de lideranças que atuam na proteção animal na cidade.

O CAMALEÃO foi homenageado por seus trabalhos relacionados a educação e conscientização em Direitos Animais, pela execução de atividades de cunho informativo e transformador para a cidade como palestras, eventos, grupos de estudos de direitos animais (GEDA VALE), cinemas animalistas (CINEMÃO), oficinas de ComunicAção e Direitos Animais e também ações de contato direto com o público, através de intervenções artísticas, ações de conscientização de rua e outras.

 

camaleao-e-o-primeiro-grupo-animalista-vegano-a-receber-mencao-honrosa-camara-municipal-taubate

 

“Essas ONGs fazem o papel do poder público na cidade, mas muitas vezes não são levadas a sério. A causa animal, para uns, é uma loucura, mas, para outros, é uma missão. Essas pessoas estão honrando de forma efetiva a defesa da causa animal na cidade”, disse vereador Douglas Carbonne (PCdoB).

“Eles não defendem uma espécie, defendem todos os animais, sejam de grande ou pequeno porte, até marrecos resgataram, uma demonstração de preocupação com nossos animais. Essas pessoas têm agora o reconhecimento público, mas o reconhecimento social já existe, uma vez que todos conhecem os trabalhos de vocês.”

Pela ONG Cãopanheiros, recebeu a homenagem Elizabete Rodrigues; Afonso Neto representou a Vida Taubaté, e o atual presidente Douglas representou o CAMALEÃO.

O CAMALEÃO torna-se o primeiro grupo de Veganismo & Direitos Animais a receber um reconhecimento nesse sentido no Brasil, o grupo diz estar muito contente pela menção honrosa que contribui ainda mais para o reconhecimento do trabalho de educação que realizam e ajuda concomitantemente a impulsionar a mensagem sobre o Veganismo na cidade!

• Para saber mais sobre Veganismo, acesse: #SejaVegan.

Escrito em por & arquivado em Ações, Cidades, Notícias, Taubaté.

Garrafadas, insultos e ameaças físicas

O lamentável cenário de ameaças e ‪‎violência, ocorreu na segunda-feira (7), véspera do ‎Dia Internacional da Mulher‬, na porta da Câmara Municipal de Taubaté (SP), durante a sessão de votação para abolição das carroças.

A assessora do vereador Douglas Carbonne (PCdoB), a advogada Talita Landim, filmava o ato público de manifestação pacífica dos protetores, quando alguns carroceiros foram para cima dela, utilizando-se de apontar de dedos e “palavrões”, chamando aos berros de “porra, ‪‎vadia‬, e afins”.

Presenciando o ocorrido o atual Presidente do CAMALEÃO, Douglas Ribeiro, posicionou-se ao lado da assessora e disse “Calma, por favor!” para os carroceiros, o que – para a mentalidade dos carroceiros envolvidos – era motivo suficiente para cercar as duas pessoas e proferir mais palavrões e ameaças físicas e ameaças de ‎morte‬: “fiquem espertos na rua”, “te pego na saída”, “vou te matar, vou te matar!”.

Prevendo o pior, o integrante do CAMALEÃO puxou a assessora para um local mais distante da porta e nisso as ameaças físicas e de morte aumentaram: “vamos te pegar na saída”, “você já está morto”.

No mesmo instante, um dos carroceiros foi para cima de outro voluntário do CAMALEÃO que ao recuar para evitar o conflito quase teve sua cabeça atingida por uma garrafa, que foi arremessada por esse carroceiro.

presidente-de-ong-de-defesa-animal-CAMALEÃO-e-ameacado-de-morte-ativismo-animalista-libertação-animal

 

O voluntário está bem, por sorte, teve apenas sua perna atingida com os estilhaços. No entanto, questionamentos ficam no ar:

Uma pessoa que lança uma garrafa em direção a cabeça de outra, com total intenção de machucá-la gravemente, é uma pessoa capaz de tutelar um cavalo? Carroceiros que ameaçam mulheres, na primeira oportunidade de vulnerabilidade que encontraram, são capazes de tutelar animais? Cavalos são animais sencientes e não escravos, ou parte de um veículo.

Minutos depois do ocorrido a Polícia chegou e os agressores se dispersaram.

O vereador Carbonne, que teve sua assessora ameaçada, emitiu uma nota de repúdio.

O Boletim de Ocorrência foi registrado e provas estão sendo levantadas para que, caso uma nova tentativa de agressão aconteça, já tenhamos a devida documentação.

O ativista Douglas Ribeiro, que foi ameaçado, é Presidente do CAMALEÃO e também membro do Conselho Municipal de Taubaté (COMPBEA).

Vídeo do cerco e das ameaças:
[Aguardando liberação das imagens de segurança da Câmara Municipal de Taubaté (SP)]

Vídeo do momento da garrafada:

O CAMALEÃO, que atua há mais de três anos na defesa dos Direitos Animais em diversas cidades do Vale do Paraíba, solicita a todos os munícipes de Taubaté (e de outras cidades) que manifestem sua indignação pela violência contra essas pessoas e pedindo o fim das carroças na cidade. Enviando e-mail aos vereadores e participando da votação na próxima segunda-feira (14), às 17 horas.

Solicitamos também as ONGs de Defesa Animal e ativistas independentes, aos diversos companheiros da causa animal, que ajudem-nos nessa mobilização e que compareçam nessa votação. Os animais dependem disso.

• E-mailis dos atuais vereadores de Taubaté (SP):
vrjeferson@camarataubate.sp.gov.br, vrcarbonne@camarataubate.sp.gov.br, vereadoralexandre@gmail.com, vrsalvador@camarataubate.sp.gov.br, vrverasaba@camarataubate.sp.gov.br, professorapollyana@gmail.com, vrnunescoelho@camarataubate.sp.gov.br, noiltonramos@gmail.com, vereadorneneca@gmail.com, vrgraca@camarataubate.sp.gov.br, gabinetejoaovidal@gmail.com, joffreneto@camarataubate.sp.gov.br, vrpeixoto@camarataubate.sp.gov.br, vrgorete@camarataubate.sp.gov.br, vrpaulomiranda@camarataubate.sp.gov.br, vrluiz@camarataubate.sp.gov.br, vrbilili@camarataubate.sp.gov.br, vrdiegofonseca@gmail.com,.

 

Escrito em por & arquivado em Ações, Cidades, Taubaté.

Ativista veste-se de Jesus para promover Veganismo no Natal!

Nesse sábado (19), véspera de Natal, o sósia de Jesus Cristo, esteve realizando um manifesto pacífico e reflexivo, assinado pelo CAMALEÃO, na praça central da cidade de Taubaté (SP).

O ato consistiu em levar ao público à reflexão sobre a incoerência do Natal cristão em celebrar a vida com a morte, em falar sobre “paz, felicidades, alegria, respeito, etc” e ao mesmo tempo apoiar a exploração de animais.

Principalmente, daqueles animais contidos no cenário do presépio, como ovelhas (exploradas para uso de lã), galinhas e pintinhos (exploradas para consumo de ovos e consumo de seus corpos), vacas e bezerros (exploradas para uso do leite), burros e cavalos (explorados como “veículos” em procissões e em rodeios), entre outros.

ong-faz-intervenção-artistica-pedindo-compaixão-aos-animais-no-natal-jesus-vegetariano ong-CAMALEÃO-faz-intervenção-artistica-pedindo-compaixão-aos-animais-no-natal-jesus-vegetariano-ativismo-vegano

O CAMALEÃO realizou simultaneamente a intervenção artística, exibição multimídia mostrando bastidores da exploração de animais, panfletagem e dialogo com o público transeunte explicando sobre o ato e as perguntas que questionavam “O que é Veganismo?“, além de ter servido degustação vegetariana e a entrega de receitas o que foi crucial para o fechamento da conscientização e quebra de paradigmas a cerca do tema.

A placa exibida na ação transmitia a seguinte mensagem: “No Natal não explore o presépio! Pratique o Veganismo!”, a proposta é trazer uma reflexão a comunidade cristã sobre respeito às outras espécies e o não uso de produtos de origem animal para evitar a exploração animal na alimentação e também nos outros segmentos (vestuário, entretenimento, cosméticos, etc).

ong-CAMALEÃO-faz-intervenção-artistica-pedindo-compaixão-respeito-aos-animais-no-natal-jesus-vegetariano-ceia-vegetarianismo ato-jesus-vegano-protovegetarianos-vegetarianismo-flexitarianismo-ceia-natal-vegana-panfletagem-veganismo

Nesse ato ficamos surpresos com a quantidade de pessoas que passaram e nos disseram que não consomem carne de animais e estão buscando abolir os derivados (protovegetarianos) e igualmente surpresos com a quantidade de pessoas que apenas aboliram a carne e não manifestaram desejo em abolir os derivados de origem animal (flexitarianos), tivemos a certeza no ato do Jesus Vegano de que a cidade de Taubaté possui um grande número de ovolactos e esperamos que essas pessoas percebam o quanto antes que a exploração dos animais vai muito além do consumo de carne e passa principalmente pelos ovos e leite.

Para os demais munícipes fica o convite à reflexão e o incentivo a transformarem positivamente o seu jeito de viver para um modo de vida que inclua o respeito aos direitos animais, o modo de vida vegano.

Assista ao vídeo dessa atividade do CAMALEÃO:

Para saber mais sobre Veganismo, acesse: www.SejaVegan.com.br.

Escrito em por & arquivado em Ações, Cidades, Principais, Taubaté.

Ativistas do CAMALEÃO expuseram animais vitimados pelo Especismo em praça pública!

A ONG de Direitos Animais CAMALEÃO trabalha pela divulgação do Veganismo e pelo fim do Especismo

No sábado (28), a organização de Direitos Animais do Vale do Paraíba, CAMALEÃO, realizou um ato de exposição de animais mortos na Praça Epaminondas, em Taubaté (SP).

O ato foi realizado em observação ao Dia Internacional dos Direitos Animais, que acontece no dia 10 de dezembro, e também para conscientizar a população sobre o Especismo, que é o preconceito humano contra os outros animais que tem seus direitos negados apenas por pertencerem à outra espécie animal.

Anti-Especismo-DIDA-2015-Dia-Internacional-Direitos-Animais-ONG-CAMALEÃO-Veganismo-Libertação-Animal-Ativismo-Animalista

Longe de ser uma data comemoração, o DIDA é um momento para conscientização e reflexão sobre o dano que as atitudes especistas tem causado na vida de todos animais e junto a um ato que busca estimular uma mudança profunda e urgente em nosso modo de viver, visando libertar os animais do uso e da escravidão criada pela nossa sociedade.

Os voluntários do CAMALEÃO exibiram animais (reais) mortos, como pássaros (vítimas da caça), gatos (vítimas da vivissecção), vacas e bezerros (vítimas da indústria do leite), porcos (vítimas do paladar), todos os animais haviam sido descartados por indústrias, fazendas e laboratórios.

Parte do público transeunte na praça parou para observar o ato, conversar com os voluntários presentes, tirar dúvidas sobre Direitos Animais e principalmente sobre Veganismo.

Dia-Internacional-Direitos-Animais-ONG-CAMALEÃO-Anti-Especismo-Veganismo-Ativismo

Segundo comunicado publicado no site da organização CAMALEÃO, atos considerados chocantes como esse são necessários para que as pessoas tenham ao menos uma oportunidade de fazer a ligação que geralmente não fazem no cotidiano de suas vidas corridas, entre os produtos que elas consomem como couro, leite e ovos e a exploração animal.

Para os defensores dos direitos animais, o consumo de leite, apesar de parecer algo banal, esconde uma realidade pior do que a do consumo da carne, pois as vacas são constantemente engravidadas contra a vontade delas para que tenham leite pra ser extraído, seus filhotes (bezerros) são separados da mãe para virarem carne de vitela e essas vacas depois de viverem uma vida de exploração são descartadas para fabricação de hambúrguer.

Dia-Internacional-Direitos-Animais-ONG-CAMALEÃO-Veganismo-Abolicionista-Anti-Especismo

No decorrer do ato, os voluntários que exibiam os animais gritavam em coro: “Animais não são objetos, animais não são produtos, animais não são mercadorias!”, enquanto outros conversavam com o público que assistia tudo boquiaberto.

Além da exposição dos cadáveres de animais, os voluntários entregavam panfletos e conversavam com o publico ao redor da ação sobre Veganismo, enquanto uma TV exibia os bastidores da escravidão animal em matadouros, granjas e fazendas de ovos e extração de leite.

► Se você já se tornou Vegano ou Vegana: Dê seu apoio. Faça uma doação para a continuidade desse trabalho e de outras ações do CAMALEÃO.

Escrito em por & arquivado em Ações, Cidades, Taubaté.

Cavalo livre das carroças e carroceiro valorizado!

No dia 19 de outubro (segunda-feira), aconteceu na Câmara Municipal de Taubaté, às 20 horas, a segunda audiência pública sobre a proibição das carroças no perímetro urbano da cidade.

A audiência foi convocada e presidida pelo vereador Douglas Carbonne (PCdoB) que é o autor do PLC 28/2014 que trata da proibição.

cavalo-de-lata-foi-um-dos-temas-de-audiencia-publica-sobre-carrocas-CAMALEÃO-Direitos-Animais-proibição-carroças

Apoio do Cavalo de Lata
Desde o início da proposta, o engenheiro Jason Vargas, idealizador do Cavalo de Lata, prestou apoio ao CAMALEÃO fornecendo informações sobre seu projeto, sobre as melhorias que tem aplicado ao longo do tempo em seus protótipos elétricos e as vitórias conquistadas pelo Cavalo de Lata em cidades como Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Encruzilhada do Sul, Rio Pardo, Santa Maria, São Leopoldo, Porto Alegre, Novo Hamburgo, Belo Horizonte, Pelotas, Recife, Curitiba, Fortaleza, Tramandaí, Torres, e tantas outras cidades que aderiram ao projeto.

A recomendação de cada modelo varia de acordo com o perfil do trabalho executado pelo carroceiro, se o carrinho precisa suportar grandes cargas, se o trabalho será feito por cooperativas de catadores, o trajeto a ser percorrido (plano ou inclinado), etc.

Unimed-Cavalo-de-Lata-Taubaté-CAMALEÃO-Douglas-Carbonne-Jason-modelo-Kat-Torres-Elite-Model

Assista ao vídeo de apresentação do Cavalo de Lata feito pelo CAMALEÃO:

Assista ao vídeo completo da 2º Audiência sobre a proibição de carroças: